Região Metropolitana de João Pessoa

REGIÃO METROPOLITANA DE JOÃO PESSOA
Sistema Principais Mananciais Sedes Urbanas Atendidas
Integrado Açude Gramame/ Mamuaba, rio Mumbaba e Açude Marés Bayeux; Cabedelo; João Pessoa; Santa Rita
Poços
Rio Tibiri Santa Rita
Isolados Mananciais Superficiais/Mistos Cruz do Espírito Santo; Mamanguape; Rio Tinto
Poços Conde; Lucena

Total Abastecimento de Água*
Municípios da RM 13
Municípios que necessitam de investimentos 12
R$ milhões 153
* Os investimentos referem-se ao sistema de produção de água

A Região Metropolitana de João Pessoa é composta por 13 municípios com uma população que corresponde a 39% da população urbana do Estado. O sistema integrado de João Pessoa utiliza como fontes hídricas os açudes Gramame/Mamuaba e Marés, os rios Mumbaba e Tibiri e, ainda, poços profundos que são utilizados em caráter emergencial.

A implantação do sistema integrado Abiaí-Papocas, já em obras, para reforçar o suprimento de água de João Pessoa, Cabedelo, Conde, Bayex e Santa Rita é fundamental para a continuidade do abastecimento até o horizonte de planejamento (2025), aumentando a capacidade atual, em torno de 4,0 m3/s.

Trata-se de construção de nova captação nas barragens de Alhandra, Abiaí e Cupissura, implantação de elevatórias e adutoras de água bruta para encaminhamento à ETA Gramame, a ser também ampliada, garantindo produção de 1,1 m3/s. Outra importante obra é a do Sistema Integrado Araçagi- Ramal Leste, proposto no planejamento do Estado, que possibilitará regularizar o abastecimento de Rio Tinto e de Itapororoca e reforçar a oferta de água para Mamanguape. Para os municípios de Conde, Lucena e Cruz do Espírito Santo, é prevista a ampliação do abastecimento por poços. Todas essas obras resultam em investimentos de cerca de R$ 153 milhões.
Copyright ANA - Agência Nacional de Águas, 2010